Aos 71 anos, morre no Recife o presidente da Alepe, Guilherme Uchoa
03/07/2018 09:32 em PERNAMBUCO

O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchoa (PSC), de 71 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (3), no Hospital Português, na Ilha do Leite. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da Alepe. O óbito ocorreu às 4h, em decorrência do agravamento do quadro de saúde do deputado, que teve edema pulmonar e parada cardíaca. O velório irá acontecer ainda nesta manhã no plenário do novo prédio da Alepe. O horário do sepultamento e local ainda não foi definido pela família.

O deputado foi socorrido no último domingo, quando passou mal em casa e, inicialmente, foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Igarassu, por ser mais próximo de sua residência. Depois foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Português. O parlamentar estava em seu sexto mandato e presidia a Alepe pela sexta vez consecutiva. 

Na noite da última segunda-feira (2), o filho do parlamentar, Guilherme Uchôa Júnior escreveu um comunicado relatando melhora do estado de saúde do pai. Ao longo do dia, o deputado passou por avanços diante dos exames clínicos, radiológicos e laboratoriais, superando até mesmo as expectativas dos familiares. "Ele está firme!Nós estamos crentes e sabemos que ele terá uma plena recuperação nos próximos dias", escreveu o filho na nota.
 

De acordo com a mensagem divulgada, o quadro de infecção decorrente da broncoaspiração estava alcançando melhoras. Os sinais vitais estavam controlados e em níveis normais. Assim como os rins eo coração. A previsão era de que, nesta terça (3), as sedações fossem reduzidas.

Em virtude do falecimento do deputado Guilherme Uchoa, o governador Paulo Câmara cancelou a agenda programa para esta terça (3), que seria cumprida em Petrolina, no Sertão. Às 7h, Paulo Câmara foi até o Hospital Português. 

"O Presidente Guilherme Uchoa fará uma grande falta à política de Pernambuco. Sua liderança marcou época nos últimos anos e Guilherme foi um parceiro fundamental, quer seja do ex-governador Eduardo Campos, quer seja conosco. Na Assembleia Legislativa, ao lado dos nossos deputados estaduais, contribuiu para as conquistas e avanços obtidos por nosso Estado. Quero prestar a minha solidariedade cristã e os meus sinceros sentimentos à toda sua família, em especial a Dona Eva, filhos e netos", lamentou o governador Paulo Câmara, em nota de pesar.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!