Juiz Sérgio Moro determina prisão do ex-presidente Lula
06/04/2018 07:11 em Política

O juiz Sérgio Moro determinou, na tarde desta quinta-feira (05), a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula tem até as 17h desta sexta-feira (06) para se apresentar à Polícia Federal em Curitiba, Paraná, base da operação Lava Jato.

Um ofício autorizando a prisão foi emitido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), com sede em Porto Alegre, e encaminhado ao juiz Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato na primeira instância.

O petista foi condenado em segunda instância a 12 anos e 1 mês de prisão no caso do triplex do Guarujá. Nesta quarta-feira (04), o Supremo Tribunal Federal (STF) negou o habeas corpus da defesa do ex-presidente.

A defesa do ex-presidente Lula informou que o petista vai se apresentar na Superintendência de Policia Federal em Curitiba dentro do prazo estipulado pelo juiz Sergio Moro. O magistrado da 13ª vara Federal de Curitiba determinou que Lula deve se entregar até as 17h desta sexta-feira (5).

Segundo o advogado José Roberto Batochio, Lula “é uma pessoa absolutamente, não direi obediente, mas respeitoso ao poder judiciário e à lei. A minha impressão é que sem dúvida nenhuma ele não se ausentará”. O advogado foi entrevistado pelo jornalista Reinaldo Azevedo, na Band News FM.

O decreto de prisão foi autorizado horas após o Supremo Tribunal Federal negar na madrugada desta quinta-feira (5) o pedido de habeas corpus preventivo, protocolado pela defesa do ex-presidente Lula.

Em janeiro, o ex-presidente teve a condenação dada pelo juiz Sérgio Moro em primeiro grau, confirmada pela 8ª turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. Na ocasião, os desembargadores aumentaram a pena de Lula, de nove anos e meio, para 12 anos e um mês de prisão

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!