Com golaço de CR7, Real passa por cima da Juve e coloca pé na semi da Champions
04/04/2018 10:56 em Esporte

Português marcou de bicicleta na segunda etapa, lance que rendeu aplausos e reverência dos torcedores italianos

"Cristiano ganha o céu!'. "Cristiano Ronaldo destroça a Juventus". Essas são algumas das manchetes de jornais espanhóis, após a atuação de gala do melhor jogador do mundo. Mesmo fora de casa, o português marcou dois gols na vitória por três a zero do Real Madrid sobre a Juventus nesta terça. Um deles uma obra-prima, de bicicleta, sem chance alguma para Buffon. O brasileiro Marcelo também deixou o dele no triunfo merengue na Itália.

Decisivo como de costume, Cristiano Ronaldo não precisou de muito tempo para balançar as redes. Ainda que do outro lado estivesse uma defesa sólida e um dos maiores goleiros da história, o gajo mostrou oportunismo e abriu o placar logo aos dois minutos de jogo. Um balde de água fria nos torcedores italianos que lotaram o Juventus Stadium. Até o intervalo, a Velha Senhora pressionou, mas era o Real que tinha as melhores chances.

No início da segunda etapa, aos 18 minutos, um gol de encher os olhos, uma bicicleta de almanaque. Genialidade pura de Ronaldo, que deixou Buffon sem reação. O lance rendeu, inclusive, aplausos e reverência dos torcedores italianos. Gesto que remete ao dia 19 de novembro de 2005, em que a torcida do Real aplaudiu Ronaldinho Gaúcho, à época no Barcelona, em pleno Santiago Bernabéu. O tento de CR7 foi o 14º só nesta edição da Liga dos Campeões. Autor de 120 gols na maior competição europeia, ele é o primeiro jogador da história a marcar em dez jogos seguidos no torneio.

Aos 25, Marcelo sacramentou o passeio madridista em Turim: gol de cavadinha e três a zero no placar. Vantagem que dá ao Real Madrid a possibilidade de perder por até dois gols de diferença no jogo de volta, na capital espanhola.

No outro jogo da tarde, o Bayern de Munique mostrou porque é um dos favoritos ao título. O time alemão esfriou a festa do Sevilla e venceu por 2 a 1 no Ramón Sánchez Pizjuán. Sarabia, Jesús Navas, contra, e Thiago Alcântara marcaram os gols da partida. Agora o Sevilla, que voltou a disputar as quartas de final depois de 60 anos, vai precisar vencer em Munique para se classificar.

Nesta quarta-feira (4), mais duas partidas fecham a rodada dos jogos de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Jogando no Camp Nou, o todo poderoso Barcelona, do craque argentino Lionel Messi, encara a Roma, do goleiro da seleção brasileira Alisson.

E a Inglaterra vai pegar fogo. Consegue imaginar um clássico local pelo maior interclubes do mundo e recheado de brasileiros? É o que vai acontecer no estádio de Anfield. De um lado, o Liverpool, dono da casa, que conta com a boa fase do atacante Roberto Firmino. O adversário será o Manchester City, líder do campeonato inglês. No comando de ataque, mais um brasileiro: Gabriel Jesus. As duas partidas acontecem às quinze para as quatro da tarde, horário de Brasília.

Reportagem, Tácido Rodrigues

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!