CDL NEGA ATRITOS COM O PREFEITO IZAÍAS RÉGIS
10/01/2018 08:48 em Garanhuns e região

A diretoria da CDL Garanhuns divulgou nota de esclarecimento pela citação da entidade classista na matéria intitulada “Ex-secretários de Izaías se voltam contra o prefeito”.  Segundo os dirigentes classistas o nome da instituição foi usado pelo jornalista de maneira “inadequada e indevida”.

“Reiteramos, mais uma vez, a independência da instituição, em momento algum a diretoria desta Casa criticou ou manifestou em qualquer meio de comunicação uma insatisfação com o Gestor Municipal. Sendo assim, reafirmamos a total independência e autonomia da nossa instituição que visa unicamente o fortalecimento do movimento lojista e o apoio ao empresariado da nossa querida Garanhuns”, enfatiza a nota da Câmara dos Dirigentes Lojistas.

A imprensa trabalha com fatos e é público que no final do ano houve troca de farpas entre a Prefeitura de Garanhuns e a CDL.

Marcos Ferreira, comerciante da cidade e muito ligado ao prefeito Izaías Régis, divulgou várias notas criticando a entidade classista por não colaborar com as festividades do natal de Garanhuns.

O próprio prefeito Izaías Régis (PTB), em entrevista ao programa “Falando com o Agreste”, no dia 28 de dezembro passado,  disse ao radialista Marcelo Jorge que a posição da CDL local foi mesquinha, por ter se recusado a colaborar de alguma forma com a programação da Magia do Natal.

A CDL respondeu às críticas do prefeito, através de nota assinada pelo seu presidente criticando as associações que sofrem interferência em seus trabalhos. Segundo Marcelo Jorge, que publicou a nota em seu blog,  também chamado “Falando com o Agreste”, foi uma referência direta à ACIG e ao prefeito Izaías Régis.

"A nota é mais emblemática ainda quando fala sobre a desvinculação de entidades privadas das públicas Brasil afora devido escândalos de corrupção, e encerra subjetivamente dizendo que a CDL só celebra parcerias com entidades confiáveis e transparentes quando for convidada, dando a entender que não houve por parte do prefeito uma proposta ou um projeto para ser parceiro no natal de Garanhuns", assinalou o radialista e publicitário Marcelo Jorge, que chegou a lamentar os atritos entre a Prefeitura e o órgão classista. "Isso não é bom para a cidade", frisou.

Diante desses fatos, consideramos que não foi indevido nem inadequado a citação à CDL na matéria em questão, até porque a Câmara dos Dirigentes Lojistas nem foi o foco principal do post e sim a posição dos ex-secretários do prefeito Izaías Régis que passaram a criticá-lo depois que saíram do governo.

Um destes ex-secretários é Geandré Nogueira, que foi nomeado para o cargo numa homenagem à CDL, conforme revelou o prefeito quando anunciou seu nome, na própria sede da entidade, no início de 2013. Depois que deixou a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Município, o comerciante, filho do atual presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas e ele mesmo vinculado à associação, passou a fazer críticas ao Governo Municipal, inclusive pelas redes sociais.

Para concluir, no último dia cinco de janeiro, quando o governador Paulo Câmara (PSB) esteve em Caetés, Anselmo Batista, que hoje tem uma participação bastante ativa na CDL Garanhuns, estava lá prestigiando o socialista. Isso certamente é um gesto político, um aceno de aliado, pois personalidades públicas não prestigiam solenidades de adversários.

Depois de tudo isso,  a diretoria da entidade dos lojistas tentar passar a ideia que mantém uma boa relação com o prefeitura,   se colocar como "entidade apolítica" é querer tapar o sol com a peneira, ficar em cima do muro e zombar da nossa inteligência.

Jornalista que se preza trabalha com os fatos, não inventa. E os fatos estão aí, publicados, gravados, fotografados e documentados. O resto é pura maquiagem.

*Na foto do blog "Falando com o Agreste", o prefeito Izaías Régis na entrevista em que chamou a diretoria da CDL Garanhuns de mesquinha.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!